News


Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /home/leonardo/public_html/prontuario-medico/components/com_community/libraries/core.php on line 604

Blog Prontuário Médico

Medicina 2.0, Prontuário online e TI; Software médico; Pagamento por perfórmance; Valor em saúde.

Set 07
2010

Prontuário médico precisa ser legível – é lei!

Postado por: Leonardo Alves em Prontuario médico - Normas

sss

MeuPrntuario_Garrancho Quem nunca teve dificuldade em ler uma receita médica? Quem nunca ficou na dúvida a respeito do que estava escrito em um relatório médico? Praticamente todos já tiveram passaram por este tipo de situação. Por ser o elo entre os profissionais da equipe que presta assistência ao paciente, o prontuário do paciente precisa ser legível. É lei! Aliás, sempre foi.


É fundamental que os profissionais de saúde descrevam de forma clara, concisa, sem códigos pessoais, sem excesso de siglas e sem abreviaturas desconhecidas, pois o prontuário será lido por outros profissionais e todos devem entender o que está escrito. Da mesma forma, a receita médica deve ser escrita de modo que o paciente a entenda. De forma que o farmacêutico saiba interpretar a forma de administração da medicação prescrita. Escrever de forma ilegível (criptografia), além de dificultar a defesa profissional, pode gerar punições.


O código de ética médica sempre proibiu a criptografia.

Apesar de o código de ética médica sempre ter proibido a criptografia, legisladores estão criando leis para punir a letra ilegível. E todo médico sabe que a receita ou o prontuário precisa estar legível. O artigo 39 do código de ética médica diz que “é vedado ao médico receitar ou atestar de forma secreta ou ilegível, assim como assinar em branco papeletas de receituários, laudos, atestados ou quaisquer outros documentos médicos”. Quando o médico escolhe usar um prontuário no papel, ele precisa estar ciente desta obrigação legal para não prejudicar a assistência ao paciente (Resolução CFM n.º 1.638/02). Um prontuário eletrônico que imprima tanto o prontuário quanto a receita médico ajuda.

 


IMG_5530_ModificadaLeonardo Alves, CRM-MG: 33.669, Médico Cardiologista e Ecocardiografista atuante em Teófilo Otoni, na Clínica Cardiovasc. Graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, turma de junho 1999. Estudioso de informática médica e tecnologia da informação. Idealizador do sistema MeuProntuario.net, um prontuário médico online, com a concepção de um prontuário para cada paciente. Um prontuário médico integrado à Saúde 2.0. Acompanhe-nos no Twitter, no Facebook, no LinkedIN, Orkut e outras redes. Assine nosso Feed!

Trackback(0)
Comentarios (1)Add Comment
0
...
escrito por N S Masselink, março 13, 2013
antes de tudo muito bom.
Favor responder-me o seguinte:
1- qual a lei que determina ou exige que um médico tem a obrigação,dever etc... de obter prontuário do paciente, principalmente se tratar de uma doença chamada Fibrose Cística, favor responder-me qual a lei?
2- A Resolução do Conselho Federal de Medicima (Resolução nº 1639/2002)que diz prazo minimo de 20 anos a partir do ultimo registro para os prontuários em papel, favor explicar?
3- a quem devo recorrer caso um médico não queira elaborar o prontuário, principalmente porque o paciente tem a doença Fibrose Cística?
desde já agradeço a vossa orientação

Escreva seu Comentario

busy