News

Blog Prontuário Médico

Medicina 2.0, Prontuário online e TI; Software médico; Pagamento por perfórmance; Valor em saúde.
Categoria >> Prontuário eletrônico online
Mar 28
2011

Apresentação do sistema MeuProntuario.net

Postado por Leonardo Alves in Prontuário Online , Cartão do SUS , Apoio ao médico

Olá. Estamos iniciando a apresentação das telas do sistema meuprontuario.net, com suas funcionalidades e características.

Fev 20
2011

Barreiras ao uso do email em saúde.

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

Sessenta e quatro por cento dos profissionais de saúde entrevistados disseram que a falta de reembolso é a principal barreira para que médicos mantenham comunicação com seus pacientes através do email, de acordo com uma informação em saúde e Sistemas de Gestão levantamento da Sociedade.

 

Jan 17
2011

Do Problema ao Diagnóstico – Apoiando o raciocínio clínico.

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

pope_-_problemaA principal tarefa de um médico é ouvir a queixa de um paciente e descobrir com qual diagnóstico este problema está relacionado. E muitas escolas médicas têm mudado seu foco de ensino para uma abordagem baseada na solução de problemas médicos (aprendizado baseado em problemas), por perceber que se trata de uma melhor forma de armazenar o extenso conteúdo da profissão médica. Um prontuário eletrônico deve estar adaptado à forma de trabalho do médico.


Dez 06
2010

Médico escreve IAM (sigla) ou Infarto Agudo do Miocárdio? Um prontuário tem que entender a rotina do médico.

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

CPOE2_-_iccUm prontuário eletrônico deve ser construído pensando no dia-a-dia dos médicos e usuários. É importante conhecer, na prática, as tarefas executadas pelo médico no momento da consulta (no momento do preenchimento do prontuário). Um exemplo disso é o preenchimento do diagnóstico: no momento de escolher o CID, o médico prefere colocar a sigla “IAM” ao invés do nome “INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO”, ou mesmo do CID: I 21. Um prontuário eletrônico deve estar adaptado às questões mais básicas da prática médica, facilitando a sua rotina.


Nov 28
2010

XML – Possibilitando o intercambio de informações entre sistemas médicos.

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

Torre de Babel e as Linguagens de programação.Como um sistema de prontuário eletrônico pode se comunicar com outro? Como evitar a “Babel informática” e entregar aos médicos e pacientes benefícios reais? Resumidamente, existem duas maneiras de possibilitar a interoperabilidade entre sistemas médicos: 1 – fazendo uma imposição para que todos os sistemas sejam construídos e/ou reconstruídos para uma linguagem única de programação ou através de padrões únicos e universais  (hipótese impovável e quase inviável) ou 2 – Usando um tradutor universal que possibilita que as diversas linguagens de programação sejam “entendidas” por todos, como um tradutor universal - o XML. Conheça os benefícios e as diversas possibilidades de integração que o XML pode oferecer aos sistemas de prontuários eletrônicos (importando cadastros do Cartão do SUS ou Importando dados dos exames laboratoriais.


Nov 28
2010

Interoperabilidade de um Prontuário Eletrônico

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

A interoperabilidade pode ser definida como a habilidade de um software de utilizar informações de outro software de modo natural, mesmo que não “falem a mesma lingua” – mesmo que tenham sido concebidos em linguagens de programação diferentes. E esta interoperabilidade em Prontuários Médicos eletrônicos está muito atrasada. Muitos sistemas de prontuários eletrônicos foram criados e projetados para ser locais (armazenados no computador do médico ou do hospital – fisicamente isolados), insular (aliás, diversas ilhas de dados), sem comunicação com outros sistemas o que bloqueia a troca de informações em saúde e, com isso, reduz os benefícios que a internet proporciona.


Nov 28
2010

Prontuário Médico eletrônico – uma visão global.

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

Registros médicos baseados em papel já existem há muito tempo e a substituição gradual para registros eletrônicos tem sido bastante lenta. Os sistemas de informação (softwares médicos) não atingiram o mesmo grau de penetração na área da saúde como as observadas em outros setores, tais como, transporte, finanças e da indústria e do setor de varejo. Além disso, a implementação tem variado muito de país para país e de especialidade para especialidade e a maioria dos casos gira em torno de sistemas locais (off-line) projetados para uso local, ou seja, limitados ao consultório médico ou a um hospital ou rede hospitalar. A penetração nacional dos Prontuários eletrônicos já atinge mais de 90% nas práticas da atenção primária na Noruega, Suécia e Dinamarca (dados de 2003), mas está limitada a 17% dos consultórios médicos nos EUA (dados de 2001-2003). Os sistemas de Prontuário eletrônico que têm sido criados, no entanto, têm sido utilizados principalmente para fins administrativos e não clínico.
Nov 04
2010

CFM discute certificação digital para médicos

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

Membros da Câmara Técnica de Informática em Saúde do Conselho Federal de Medicina (CFM) deram prosseguimento, em 28 de outubro, às discussões sobre certificação digital do médico. (...) O que é certificação digital - Com a nova carteira digital, os mais de 350 mil médicos brasileiros poderão se identificar digitalmente e de forma segura para a prática diária de sua atividade.


Nov 03
2010

MeuProntuário.net – O prontuário médico online integrado com o Cartão SUS

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

Desde a sua concepção, o Cartão do SUS, junto com a Norma Operacional Básica (1996) seria para usar “a informática e as telecomunicações com o propósito de identificar os usuários do SUS, integrar informações e construir a base de dados de atendimentos em saúde”. O cartão do SUS vem cumprindo o seu papel. O que faltava era um sistema de prontuário online que pudesse cumprir as duas outras tarefas: integrar informações e construir a base de dados para um prontuário médico online.


Out 27
2010

O prontuário online construído pelo usuário.

Postado por Leonardo Alves in Sem tags 

Pedir opiniões aos futuros usuários é a melhor maneira de construir um sistema de prontuário eletrônico.  É muito difícil (praticamente impossível) fazer telas fixas de preenchimento que agrade a todos; pois ficariam obsoletas rapidamente. Cada médico tem suas preferências. Alguns sabem digitar (fizeram datilografia, como eu) e outros que tem tão pouco conhecimento de computador que apresentam enorme dificuldade de digitação de dados no sistema – em minha opinião, o maior problema para que os médicos utilizem, com prazer e eficiência, os prontuários eletrônicos. O sistema MeuProntuario.net está aceitando sugestões. Estou certo de que não conseguirei atender a todas, mas está aberto a sugestões.

<< Início < Anterior 1 2 Próximo > Fim >>